Menu fechado

Saiba como tratar e identificar transtornos alimentares – Anna Marina

Saiba como tratar e identificar transtornos alimentares - Anna Marina

Por estarmos o tempo todo conectados, seja via celular, computador, televiso ou revistas, somos bombardeados por uma enxurrada de informaes, incluindo padres estticos inalcanveis que acabam interferindo na maneira como lidamos com o nosso corpo. Na tentativa de reproduzir tais padres de beleza na vida real, muitas pessoas acabam desenvolvendo os chamados transtornos alimentares. “Transtornos alimentares so condies mdicas graves caracterizadas por mudanas e distrbios no comportamento alimentar que podem afetar a sade fsica e mental do paciente, causando desde emagrecimento extremo ou obesidade at ansiedade e depresso. No geral, restrio alimentar excessiva, rpida perda de peso, dietas radicais e obsesso com o peso e a forma fsica so sinais de transtornos alimentares”, explica Marcella Garcez, mdica nutrloga e diretora da Associao Brasileira de Nutrologia.

De acordo com a especialista, a causa exata dos transtornos alimentares ainda no clara, porm, estudiosos acreditam que seja uma combinao entre fatores genticos, biolgicos, psicolgicos e, principalmente, sociais. “Sabe-se, por exemplo, que a presso social para se manter em um certo padro esttico preestabelecido, quando associada baixa autoestima, pode tornar um indivduo mais propenso a desenvolver transtornos alimentares. Por esse motivo, essas condies so to comuns em adolescentes e jovens adultos. O que no quer dizer que apenas essa faixa etria possa sofrer com transtornos alimentares, j que esses podem afetar pessoas de todas as idades, gneros, raas e pesos”, destaca a mdica.

Entre os transtornos alimentares mais comuns esto:

• Anorexia: indivduos com anorexia enxergam o prprio corpo de maneira distorcida, como se estivessem sempre acima do peso. Por esse motivo, pacientes anorxicos tendem a adotar dietas restritivas, realizar exerccios fsicos excessivamente, evitar refeies em famlia e fingir se alimentar para evitar ganhar peso. “Logo, indivduos que sofrem com anorexia perdem uma grande quantidade de peso, chegando a um nvel extremo de magreza e desnutrio. Alm disso, a condio pode causar tambm baixa imunidade, enfraquecimento dos msculos e dos ossos, taquicardia e at mesmo convulses”, alerta a nutrloga.

Veja também:  Como emagrecer e perder gordura na barriga de forma definitiva

• Bulimia: um transtorno alimentar caracterizado por episdios de compulso alimentar, onde o indivduo perde o controle sobre a alimentao, seguidos pela induo do vmito ou uso de medicamentos laxativos e diurticos para evitar ganhar peso. “Diferentemente da anorexia, o indivduo que sofre com bulimia tende a apresentar um peso adequado. Por isso, importante prestar ateno a sinais como ingesto exagerada de alimentos, vontade de emagrecer sem necessidade, idas ao banheiro aps refeies e sentimentos de angstia e culpa aps comer”, destaca Marcella. Entre as complicaes da condio esto problemas como constipao intestinal, rouquido, desidratao, inflamao na garganta, cries e pancreatite.

• Transtorno da compulso alimentar peridica: pessoas com transtorno da compulso alimentar peridica perdem o controle sobre a alimentao, comendo grandes quantidades em um curto perodo de tempo. Porm, ao contrrio da bulimia, na compulso alimentar peridica o indivduo no tenta induzir o vmito e tambm no tem uma preocupao excessiva com o peso e a forma corporal. “Como resultado, pessoas com esse transtorno frequentemente sofrem com sobrepeso e obesidade. Sintomas da condio geralmente incluem incapacidade de parar de comer e a ingesto de alimentos de forma muito rpida e contnua durante todo o dia, mesmo quando sem fome. Esconder alimentos para comer depois em segredo tambm pode ser um indcio do transtorno”, ressalta a especialista. Alm disso, segundo a mdica, indivduos que sofrem com transtorno da compulso alimentar peridica podem a sentir sintomas emocionais como estresse ou tenso, que s so aliviados pelo ato de comer, constrangimento sobre o quanto est comendo e sentimento de culpa aps ingerir uma grande quantidade de comida.

• Alotriofagia (pica): caracterizada pela ingesto regular de substncias que no so alimentos.

Veja também:  Como emagrecer no pós-parto [Vídeo]

•  Transtorno da ruminao: quando ocorre regurgitao aps o consumo de alimentos.

• Ortorexia: obsesso por ingerir apenas alimentos considerados como saudveis.

Mas, independentemente do diagnstico, o tratamento dos transtornos alimentares deve ser feito o quanto antes, pois tais condies podem acarretar no desenvolvimento de outros transtornos mentais, como depresso e ansiedade, levando at mesmo ao suicdio. Alm disso, no incomum que pessoas com transtornos alimentares passem a utilizar drogas. Logo, caso voc perceba que algum prximo apresenta sinais de um possvel transtorno alimentar, o mais importante que voc encaminhe o indivduo para um mdico, que poder realizar um diagnstico e indicar o tratamento adequado. “Geralmente, o tratamento para transtornos alimentares consiste em uma combinao entre psicoterapia, monitoramento mdico, aconselhamento nutricional e uso de medicamentos para ajudar a restaurar o comportamento alimentar do paciente e restabelecer o peso considerado como normal para a idade e a altura do indivduo”, finaliza Marcella Garcez.

Artigo Original

Deixe uma resposta