Menu fechado

Roma: Saiba como configurar sua TV para assistir ao épico de Alfonso Cuarón e da Netflix em casa – Notícias de cinema

Roma: Saiba como configurar sua TV para assistir ao épico de Alfonso Cuarón e da Netflix em casa - Notícias de cinema

A internet salva.

Roma, o épico e intimista autorretrato da infância de Alfonso Cuarón, vencedor do Leão de Ouro de Veneza e forte candidato aos principais troféus da temporada de premiações, já está disponível no catálogo da Netflix. Como a gigante do streaming prioriza sua plataforma de exibição, reclamou-se muito até que a companhia decidisse lançar o drama nas telonas — cinéfilos do Rio de Janeiro e de São Paulo podem conferir o filme de graça até o dia 26 de dezembro, reservando ingressos. Mas quem não está nas grandes cidades brasileiras, também pode ter a experiência cinematográfica, mesmo que em casa.

Gloriosamente rodado em preto e branco pelo próprio Cuarón — o fotógrafo habitual do diretor, o ganhador de três Oscar Emmanuel Lubezki (Gravidade), não estava disponível à época do início das gravações —, Roma pode ser apreciado quase que da forma ideal mesmo nas telinhas. De acordo com o site MyRoma, construído para apoiar a distribuição do candidato ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, existem alguns passos básicos que podem auxiliar na melhoria da experiência doméstica — e o primeiro deles é desativar a função “Motion Smoothing” ou “Interpolation”.

Variando em nomenclatura de fabricante para fabricante de televisores, esta ferramenta de “suavização de movimentos” reproduz imagens em uma frequência que elimina borrões, aproximando-se de taxas mais altas de quadros por segundo e, consequentemente, do visual dos programas de TV. No entanto, o frame rate (taxa de frames/segundo, fps) padrão do cinema é de 24 fps; assim, ao desabilitar a função em questão, ligada por padrão na maioria dos aparelhos televisivos, Roma pode ser visualizado como Cuarón o idealizou, mesmo no conforto do seu lar — e com imagens tão incríveis, vale a pena resolver esta etapa.

Veja também:  Aprenda Maquiagem Profissional (clique aqui e assista o passo a passo) #make #festa

Outro passo importante diz respeito à temperatura de cor do seu televisor. Caso o aparelho esteja configurado para exibir cores quentes (Warm), o preto e branco de Roma se assemelhará a uma espécie de sépia ou de amarelo desgastado. Por outro lado, se a opção para cores frias (Cool) estiver ligada, o filme de Cuarón ficará mais azulado, perdendo a qualidade da fotografia original. Assim, no caso da temperatura de cor em que as imagens são exibidas em sua casa, o mais recomendado é procurar o meio-termo entre um e outro (Normal, ou a nomeclatura correspondente).

As próximas etapas são destinadas para aqueles que querem absorver o máximo do máximo da narrativa de Roma. O terceiro ponto, no entanto, só pode ser concluído por algumas pessoas: se o seu televisor possuir uma opção de HDR, habilite-a — para maiores informações sobre esta função, confira as recomendações da Netflix aqui. Outros detalhes, como recomendações mais específicas para configurações como contraste, saturação e brilho, também estão discriminados no artigo preparado pelo site MyRoma, assim como informações sobre opções nativas de cada marca de televisor.

E aí, pronto para ver Roma no cinema… mas em casa? É claro, com as luzes apagadas.

Artigo Original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *