Menu fechado

Roller, escova facial…: como usar e para que servem os gadgets de skincare – Revista Marie Claire

Roller, escova facial...: como usar e para que servem os gadgets de skincare - Revista Marie Claire
Como e porquê usar os gadgets de skincare como rollers e escovas faciais (Foto: Reprodução Getty Images)

Como e porquê usar os gadgets de skincare como rollers e escovas faciais (Foto: Reprodução Getty Images)

Agora, é cada vez mais comum por aqui o uso de home devices como jade rollers, gua shas, escovas faciais e aspiradores de cravos na rotina de skincare. Segundo a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, eles trazem a possibilidade do paciente fazer em casa o complemento ao tratamento realizado no consultório. “Hoje há home devices para depilação, tratamento capilar, estímulo de colágeno, cicatrização e condição inflamatória de acne e melhora de elasticidade”, diz.

No entanto, ela ainda explica que, antes de usar, é importante consultar um dermatologista para saber qual é a melhor opção para a sua pele. “Pode ser que esse paciente utilize um aparelho que não é específico para as necessidades dele e acabe frustrado por ter investido muito (afinal, esses aparelhos não são tão baratos assim) sem conquistar o efeito desejado”. 

Se você tem vontade de experimentar algums desses gadgets, mas ainda não sabe se deve e nem como usar, a seguir especialistas explicam como tirar o melhor proveito desses aparelhos de skincare:

Jade Roller

O Jade Roller é um gadget de uso milenar muito comum na China e na rotina de beleza de outros países asiáticos, geralmente produzido com a pedra de jade (apesar de já existirem versões com quartzo rosa e outros tipos de cristais). “O massageador facial de jade é uma ferramenta de relaxamento que traz benefícios como estímulo da circulação sanguínea, o que ajuda a minimizar linhas de expressão, aumento da oxigenação e nutrição para a pele, promoção da drenagem linfática, auxiliando no inchaço, alívio da tensão muscular, tonificação da pele e melhora da elasticidade, além de facilitar a absorção de cosméticos pela pele através do efeito mecânico produzido pela pressão do aparelho”, explica Claudia.

Veja também:  COMO LIMPAR TELA DE CELULAR | FLÁVIA FERRARI [Vídeo]

“A aplicação deve ser feita em toda a face e região dos olhos. O ideal é que seja feita de baixo para cima e de “dentro para fora” (ou seja, do nariz em direção as orelhas). Em cada área, você pode repetir o vai e vem com rolinho de 3 a 10 vezes. Vai depender do seu tempo disponível e de quanto sua pele aguentar (peles mais sensíveis ficam muito vermelhas e podem ficar irritadas)”, completa a dermatologista Paola Pomerantzeff, que orienta aplicar um sérum ou creme antes para melhor penetração dos ativos cosméticos.

Gua Sha

O Gua Sha, que pode ser feito de jade, quartzo rosa e até madeira, faz o mesmo estímulo mecânico do jade roller, promovendo a redução do inchaço e diminuição de bolsas, além de tonificar a pele e melhorar a absorção de séruns e cremes. “Ele desliza menos e por isso a pressão é maior e mais profunda. Além dos benefícios do roller, por ter maior e mais profunda pressão, ele também relaxa a musculatura facial, liberando a fáscia muscular e aliviando tensões, dependendo da área onde é aplicada. Se aplicada no músculo masseter (músculo da mastigação), ajudar no bruxismo. Se aplicada na glabela (região entre as sobrancelhas) ajuda a relaxar a musculatura local e a não ficar com ‘cara de brava’”, destaca  Paola. 

Segundo as dermatologistas, o produto só não deve ser usado com fotoprotetores e ácidos, já que podem provocar irritações, hipersensibilidade ou dermatite. “Mas pode ser usado em conjunto com séruns com antioxidantes, ácido hialurônico e peptídeos”, diz Claudia.

Gua Sha Verde, Balmish – veja a resenha aqui 

Gua Sha Verde, Balmish (Foto: divulgação)

Gua Sha Verde, Balmish (Foto: divulgação)

Escovas elétricas

As escovas faciais elétricas são devices feitos de silicone e indicado para serem utilizados com um sabonete em uma massagem facial suave para que não danifique a pele ou cause hipersensibilidade. “Sua função é potencializar a higienização e a remoção das células mortas e do excesso de sebo”, explica Claudia. As cerdas do aparelho são diferenciadas, variando em cada versão do aparelho para se adaptar ao tipo de pele do paciente. Além disso, por ser de silicone, o aparelho não cria fungos e dura por muito mais tempo que uma escova convencional. “Porém, recomenda-se que o aparelho seja usado com cautela, pois pode causar ressecamento, inflamações e manchas quando utilizado com muita frequência e força”, completa.

Veja também:  Como vender pelo WhatsApp [Guia & Dicas] | Aplicativos e Software

Foreo Luna 3 Pele Normal, Foreo – veja a resenha aqui 

Resenha: Foreo Luna 3, Foreo (Foto: Acervo Pessoal)

Resenha: Foreo Luna 3, Foreo (Foto: Acervo Pessoal)

Aspirador de cravos 

O gadget tem chamado muita atenção na internet, mas é preciso ser usado com cautela. “Ao contrário dos cosméticos, que atuam sobre os cravos através da esfoliação e dissolução do sebo e células mortas, os removedores de cravos utilizam a sucção para extrair fisicamente as sujidades de dentro dos poros”, diz Paola.

O problema é que esses aparelhos podem ser perigosos quando utilizados da maneira incorreta. “A grande pressão exercida pelo dispositivo sobre a pele pode provocar o surgimento de lesões como cicatrizes, manchas, vasinhos e hematomas.”, explica. O mais eficiente para reduzir os cravos seria investir em sessões de limpeza de pele com um profissional capacitado – sempre consulte um dermatologista para a indicação correta.

Artigo Original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *