Menu fechado

Poeira – O que é, tipos de poeira, como limpar e perigos para a saúde

Poeira – O que é, tipos de poeira, como limpar e perigos para a saúde

A poeira é um dos maiores inimigos da casa limpa e da nossa saúde. Isso mesmo, muito além de uma sujeira sobre os móveis, que você limpa, aspira e limpa de novo e continua ali.

Essas pequenas partículas presentes no ar podem ser um verdadeiro perigo à saúde. Dependendo da origem e do tamanho, as partículas de poeira podem resultar em grandes problemas.

Sendo assim, é algo que não pode ser ignorado, justamente pelo fato de que a poeira pode carregar parasitas (fungos e bactérias nocivos), entre outras micropartículas com potencial de afetar o nosso organismo. Isso ainda é mais grave no caso de pessoas que já têm um histórico de alergias e predisposição genética para esse tipo de problema.

Então, hoje vamos conhecer um pouco mais a fundo sobre essas partículas que são liberadas naturalmente, mas que podem nos afetar diretamente.

O que é poeira?

Primeiramente, precisamos entender o que é a poeira propriamente dita. No caso, é uma partícula sólida em tamanho minúsculo. Geralmente, a poeira é resultado de algum atrito ou impacto, por exemplo. O que faz dela um perigo à nossa saúde é a sua natureza e seu tamanho.

O curioso é que quanto menor for a partícula de poeira, mais problemas ela pode causar. Isso é explicado pelo fato de que partículas menores são mais fáceis de serem inspiradas e absorvidas pelo sistema respiratório. Em outras palavras, elas podem se acomodar no tecido pulmonar, e o organismo não consegue expelir essas substância facilmente.

No entanto, isso não é uma regra. Por exemplo, partículas de amianto são maiores e mais robustas do que outras partículas comuns, mas ainda assim são extremamente maléficas ao corpo humano.

Veja também:  Como limpar forno de forma rápida e simples com ingredientes naturais

EZTEC

8 principais tipos de poeira

1. Poeiras Nanomateriais

Como o próprio nome sugere, os nanomateriais são partículas minúsculas, quase que invisíveis a olho nu. Entre esses materiais estão o pó de materiais tóxicos como dióxido de titânio, carbono, polímeros, silício, sulfeto, entre outros. No caso, estamos falando de substâncias prejudiciais à saúde independente da forma, mas na forma de poeira ainda mais.

No caso dessas partículas de poeira nocivas serem absorvidas pelo sistema respiratório, elas podem chegar à corrente sanguínea. E é quando o problema começa, já que elas podem afetar órgãos vitais e tecidos do corpo, comprometendo a saúde do indivíduo.

2. Poeiras Tóxicas

No caso das poeiras tóxicas, elas são resultado da fusão ou da decomposição de materiais tóxicos. Nessa grupo estão o chumbo, o mercúrio,o crómio, entre vários outros.

Da mesma forma que as demais partículas de poeira, essas também podem chegar à corrente sanguínea com o risco de se instalar em várias partes do organismo. Ou seja, um verdadeiro perigo.

3. Poeiras Incomodativas

Embora também sejam nocivas à saúde, as poeiras incomodativas são bem menos tóxicas. Isso se dá ao fato de que elas não são absorvidas com tanta facilidade pelo corpo. Mas, ainda assim são notadas, já que podem causar irritação na pele, alergias, e congestionamento do sistema respiratório.

4. Poeiras Inflamáveis

No caso das poeiras inflamáveis, o perigo está na facilidade com que podem pegar fogo, causado até grandes explosões. Não se pode ignorar o fato de que essas partículas podem causar altas chamas, ou até mesmo arder até a combustão, em um processo mais lento, mas ainda assim perigoso.

Veja também:  FÁCIL, FAÇA VOCÊ MESMO ! COMO HIGIENIZAR O AR CONDICIONADO DO SEU CARRO [Vídeo]

5. Poeira Mineral

Essas partículas são resultante de perfurações, extrações de minério, e até explosões. Geralmente, esses materiais, mesmo que diferentes podem ser realmente nocivos à saúde, podendo causar até câncer. Portanto, não é atoa a necessidade de proteção adequada no desempenho de atividades relacionadas à mineração.

 

Município de Mercedes

6. Poeira Alcalina

A poeira alcalina é oriunda do calcário, sendo composta basicamente por carbonato de cálcio, hidróxido de cálcio, e óxido de cálcio. Essas partículas, por sua vez, são altamente nocivas, já que podem causar irritação do nariz e do pulmão. E pode estar ligada ao surgimento de várias doenças pulmonares, como a silicose e enfisema pulmonar, por exemplo.

7. Poeira Vegetal

Já a poeira vegetal é mais encontrada em lavouras de algodão e cana de açúcar, entre outras. Além disso, também pode ser vista em atividades ligadas à tecelagem. Ela pode estar relacionada à causa de doenças como bissinose e bagaçose.

8. Poeiras Metálicas

Diamantino Cravo

Por último, temos as poeiras metálicas, que são resultado do atrito com metais. Isso porque se soltam quando o material é serrado ou lixado. E, assim como as demais, essas partículas  também estão diretamente ligadas a problemas respiratórios.

Por esse motivo, atividades relacionadas ao manuseio de metais necessitam de cuidados específicos. O uso de máscaras de proteção, luvas e ambiente arejado são essenciais para a manutenção da saúde dos trabalhadores.

8 doenças provocadas por inalar poeira

Conhecendo um pouco mais sobre a poeira, e os tipos de partículas mais comuns, ficou claro que elas estão relacionadas a graves problemas de saúde. Confira a seguir alguns dos mais recorrentes.

  1. Leptospirose;
  2. Histoplasmose;
  3. Pneumoconiose;
  4. Pneumonite;
  5. Asma;
  6. Bronquite;
  7. Rinite alérgica;
  8. Cancro do pulmão.
Veja também:  COMO LIMPAR TÊNIS DE CAMURÇA [Vídeo]

Tendo isso mente, é preciso procurar formas de prevenir essas doenças por meio de medidas protetivas. Sendo assim, o primeiro passo é manter a higiene dos ambientes, principalmente em locais onde há pouca circulação de ar.

Viva Bem Uol

Como limpar corretamente os ambientes que contêm poeira

O fato é que a poeira está presente em todos os lugares, ela é algo comum. Portanto, para fazer a limpeza de um ambiente muito empoeirado, um aspirador de pó pode ser a melhor opção. Isso porque ele pode aspirar chão, tapetes, sofás, entre outras superfícies onde a poeira pode se espalhar com mais facilidade.

Embora seja a melhor opção, não é todo mundo que tem um equipamento desses em casa. Nesse caso, um pano umedecido também faz a tarefa bem. O ideal é molhar o pano com água, já que a água evita que a poeira se espalhe para outros lugares do ambiente.

Então, no caso de você ser alérgico à poeira, ou se estiver em contato com partículas de materiais tóxicos, o cuidado deve ser redobrado. Ao entrar em um ambiente empoeirado ou fechado, o uso de máscara pode evitar maiores problemas e incômodos.

Enfim, agora que você já sabe mais sobre os tipos de poeira, confira também 17 dicas eficientes para se livras da poeira.

Fontes: Revista Gallileu, Hipolador, Falando de Proteção

Imagens: Diamantino Cravo, EZTEC, Viva Bem Uol, WAP, Faz Fácil, Município de Mercedes, SOCAF

Artigo Original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *