Menu fechado

Investidor lucra 1,7 BTC em 2 anos e ensina como fazer

Investidor lucra 1,7 BTC em 2 anos e ensina como fazer

Na terça-feira (6), o investidor Dan Held contou no Twitter sua jornada de ganho passivo de Bitcoin. Em sua experiência, o chefe de crescimento da Kraken ganhou 1,7 BTC.

Em seu relato, o empresário conta como ganhou tanto BTC em dois anos.

Segundo Held, a explicação está na rentabilidade das taxas nas plataformas de empréstimo e nos contratos de opções de criptomoedas.

Empréstimo

No início de sua projeção, Held se atém aos empréstimos, modelo definido por ele como “mais fácil e popular”. De acordo com o investidor, as plataformas Lend e BlockFi rendem de 3% a 6% sobre o valor de Bitcoin alocado.

O executivo aproveita para ressaltar a importância de verificar a oferta e demanda antes de movimentar seu capital. Segundo Held, a dinâmica afeta os juros pagos:

“Tanto BlockFi quanto Ledn diminuíram as taxas, cenário influenciado pela oferta e demanda. Há mais oferta de Bitcoin para ser emprestado do que demanda para realizar empréstimos, ocasionando a queda do rendimento.”

Held conta que alocou 10 BTC na BlockFi. A quantia é massiva e o empréstimo não é livre de riscos, uma vez que o empresário salienta:

“Quando você empresta suas criptomoedas para Ledn ou BlockFi, por exemplo, é necessário confiar que eles avaliarão o risco da contraparte corretamente. Ou seja, serão verificados: finanças do mutuário, requisitos de garantia (normalmente de 30% a 110%) e estratégia de negociação.”

Ademais, Held recomenda que investidores evitem plataformas de serviços de empréstimo que tenham tokens próprios.

Segundo o empresário, a BlockFi é uma boa opção para aqueles que estão acostumados com contratos futuros. Isso porque a plataforma negocia parte dos Bitcoin emprestados em arbitragem do GBTC, fundo de Bitcoin da Grayscale.

Vendas cobertas em opções

Operações com derivativos também foram um recurso utilizado por Dan Held.

De acordo com Held, através do modelo de contratos de opções também é possível rentabilizar Bitcoin de maneira passiva:

“Há um tempo eu vendo Bitcoin de 2 a 3 vezes acima do preço atual, com um ganho médio de 4% a 6%. No entanto, por causa da intensa volatilidade da alta do BTC, não estou vendendo.”

O chefe da área de crescimento da Kraken conta que consegue tais ganhos por meio de “vendas cobertas”.

De forma simplificada, uma venda coberta é quando um investidor possui um contrato de derivado e, ao mesmo tempo, tem a mesma quantidade do ativo comprada.

Desta forma, ele “cobre” ordens de venda (conhecidas como strike) dos contratos e garante lucros com o ágio.

Apesar de ser uma operação um pouco mais complicada, o investidor acredita ser um modelo de negócios rentável.

Held completa ressaltando que os contratos de opções só promovem o risco de custos de câmbio, um dos mais baixos do mercado.

Por fim, ele ainda recomenda serviços como CoinJoin, no qual investidores “emprestam” seus Bitcoins para mesclar com saldos de outros endereços.

Todavia, os rendimentos nesses casos são menores.

Leia também: 6 criptomoedas para superar ganhos do Ethereum, segundo analista

Leia também: Criptomoedas valorizam mais de 1.000% no 1º trimestre; veja quais são

Leia também: Abril não será mês do Bitcoin, mas de outras criptomoedas

Artigo Original

0 0 voto
Deixe sua nota! :)
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
0
Sua opinião é importante para nós! ❤x
()
x