Menu fechado

Fácil! Manicure mostra como fazer as próprias unhas em casa

mulher fazendo as unhas com esmalte em mãos

Se você está habituada a fazer as unhas toda semana, as visitas ao salão de beleza certamente estão te fazendo falta neste período de isolamento social, motivado pela pandemia do novo coronavírus. Ao invés de ficar triste com a ruptura da rotina e se acostumar com as cutículas longas até a normalização do serviço, que tal aproveitar a fase de quarentena para aprimorar suas técnicas de automanicure?

Para te ajudar na missão, o Metrópoles escalou a nail designer Vanessa Felix, que selecionou cinco dicas essenciais para as iniciantes.

Confira!

Monte seu próprio kit

Ter um kit básico de ferramentas em casa é primordial. Invista em um bom alicate e não se esqueça dos seguintes itens: removedor de esmaltes, espátula, palito, algodão, creme emoliente para cutículas, base fortalecedora e esmalte de preferência. 

Não se empolgue ao retirar as cutículas

Se você não tem grandes habilidades com o alicate e quer evitar acidentes durante o processo de cuticulagem, preste atenção para não se empolgar na limpeza.

Não aprofunde muito os cortes e retire apenas o excesso de pele com a ponta da ferramenta. “Para quem tem medo do alicate e prefere não usá-lo, empurrar as cutículas com a ajuda de uma espátula já garante um bom resultado”, assegura Vanessa.

Abandone de vez a acetona

Aposte, sempre, no removedor de esmaltes. “A famosa acetona até pode retirar o esmalte mais rápido, porém pode causar manchas nas unhas, irritação, vermelhidão e até alergias”, alerta a profissional.

Tenha disciplina

Para garantir a saúde e boa aparência das unhas, é necessário disciplina. Repita a rotina de cuidados semanalmente.

Abuse e use das bases fortalecedoras

De vez em quando, é bom dar uma pausa no uso do esmalte – e este período de isolamento, livre de eventos corporativos e sociais, é ideal para isso. Segundo a especialista, o intervalo ajuda no fortalecimento das unhas.

“Os esmaltes convencionais têm toxinas que, a longo prazo, podem prejudicar a saúde das unhas”, revela. Neste período de hiato, entretanto, as bases fortalecedoras estão liberadas.

“Além de fortificarem as unhas, elas eliminam a descamação”, sustenta. De quebra, ainda entregam boas doses de brilho, dando um “up” na aparência das mãos e dos pés.

Artigo Original

0 0 votos
Deixe sua nota! :)
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
0
Sua opinião é importante para nós! ❤x
()
x