Menu fechado

Dicas de como higienizar os alimentos para evitar a contaminação por coronavírus • Paraíba Online

Dicas de como higienizar os alimentos para evitar a contaminação por coronavírus • Paraíba Online

Foto: Ascom

O avanço do novo coronavírus tem afetado as formas do ser humano agir nas mais diversas situações, desde a socialização, até mesmo os métodos de higienização dos alimentos. Antes da pandemia, higienizar alimentos da forma correta já era de extrema importância, no entanto, após ela, se tornou algo mais que necessário.

A tecnóloga em alimentos Cassiana Menezes esclareceu, durante entrevista a uma emissora de rádio local, diversas dúvidas sobre o assunto e ressaltou que todo e qualquer alimento, incluindo os que vão ser inseridos na geladeira, devem ser devidamente higienizados.

De acordo com ela, as formas de higienização variam um pouco de acordo com o tipo de alimento. Para alimentos que serão consumidos crus, a exemplo dos vegetais folhosos, como alface, coentro e rúcula, a limpeza deve ser feita com hipoclorito de sódio.

O hipoclorito é encontrado na água sanitária, daquelas que podem ser compradas em supermercados, ou em recipientes de solução que são distribuídos nos postos de saúde, pelos agentes de saúde, a depender da região, ou também em supermercados, normalmente próximos à sessão de hortaliças.

“Obedeça sempre a dosagem que o rótulo pede, a quantidade de gotas ideais para a quantidade de água. Se você utilizar água sanitária, tenha o cuidado para que na composição dessa água sanitária, e isso pode ser observado no rótulo, tenha somente cloro e água. Você vai utilizar uma colher de sopa para cada litro de água”, completou.

Ainda de acordo com a tecnóloga, inicialmente deve ser feita a higienização das folhas, principalmente na região dos talos, levemente com uma esponja, removendo as sujeiras maiores como grãos de areia e até pequenos parasitas.

Em seguida, o alimento deve ser colocado na água com o hipoclorito de sódio durante 15 minutos. Após isso, é só retirar e colocar durante mais 15 minutos em um recipiente com a mesma quantidade de água do anterior, mas sem o cloro.

Veja também:  Revalidação do diploma médico em Portugal: como fazer?

No caso das frutas, o tempo dobra, totalizando 30 minutos para cada procedimento.

“Os alimentos que não são consumidos crus também devem ser lavados, mas, ao invés da imersão na água clorada, você pode lavar com uma esponja bem suave, ou com uma escova de cerdas macias, e um detergente neutro. Vai esfregar suavemente e vai promover o enxague com bastante água. Evite fazer essa lavagem em bacias, façam em água corrente, embaixo da torneira”, sugeriu.

Por fim, a especialista disse ainda que é ideal que tanto a esponja quanto a escova que vai ser utilizada para a limpeza dos alimentos sejam utilizadas apenas nessa função.

Artigo Original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *