Menu fechado

Como fazer feijão – Benefícios, segredos, receita e truques

Como fazer feijão - Benefícios, segredos, receita e truques

De acordo com os nutricionistas, a culinária brasileira é uma das mais nutritivas do mundo. Isso, basicamente, se deve ao arroz e ao feijão que temos como a base da nossa pirâmide nutricional diária. Sendo o primeiro rico em metionina e o segundo em lisina , dois aminoácidos essenciais para o nosso organismo. Mas para que esse prato seja, não apenas nutritivo, mas também delicioso, alguns passos devem ser seguidos. Por isso, nós do Área de Mulher, trouxemos as melhores receitas de como fazer feijão da melhor forma.

Mas primeiramente, precisamos especificar o porque exatamente, ele é tão importante para a nossa dieta.

Benefícios do feijão

Fonte: guiadacozinha

Segundo os especialistas, o feijão é fonte de vitaminas B1, B2, B3 e B9. Estas colaboram para o bom funcionamento do sistema nervoso e da medula óssea. A leguminosa também contém proteínas e minerais (potássio, ferro, fósforo, cálcio, cobre, zinco e magnésio) e lisina, aminoácido que contribui para o crescimento de crianças e adolescentes, essencial, mas que o corpo não produz.

E ainda, devido a sua pouca quantidade de calorias (apenas 95 em uma concha cheia) e aliada à sensação de saciedade, o feijão é o braço direito de quem almeja uma dieta fitness. No estômago, suas fibras formam um gel e, desta forma, permanecem mais tempo resultando em um tempo maior para que a sensação de fome se manifeste.

Segredos de receita

Como fazer feijão - sabia os benefícios e segredos de receita
Fonte: guiadecozinha

E para que seu feijão esteja impecável, com um caldo delicioso e muito bem temperado, nós iremos te entregar em mãos, o passo a passo completo.

1º passo – Remolho

  • 2 xícaras do feijão de sua preferencia;
  • 4 xícaras de água.

Sendo assim, coloque o feijão numa peneira e lave sob água corrente. Em seguida, transfira os grãos para uma tigela e cubra com a água. Se algum boiar, jogue fora. Cubra a tigela com um prato e deixe de molho entre 3 e 10 horas. O remolho diminui o tempo de cozimento e elimina as substâncias que o deixam indigesto.

2º passo – Cozinhar

Na panela de pressão

  • 6 xícaras (chá) de água
  • 1 cebola
  • 3 dentes de alho
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 2 folhas de louro
  • 1 pimenta dedo-de-moça (opcional)
  • sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Descarte a água do remolho. Transfira os grãos para a panela de pressão, cubra com a água e junte as folhas de louro. Tampe a panela e leve ao fogo alto. Sendo assim, quando começar a apitar, abaixe o fogo e deixe cozinhar por mais 10 minutos. Por fim, desligue o fogo e deixe todo o vapor sair antes de abrir a panela. Enquanto o feijão cozinha, descasque e pique fino a cebola e os dentes de alho. Lave, seque bem e mantenha a pimenta dedo-de-moça inteira.

Leve uma frigideira ao fogo baixo. Contudo, quando aquecer, regue com o azeite, junte a cebola e tempere com uma pitada de sal. Refogue por cerca de 5 minutos, até começar a dourar adicione o alho e a pimenta dedo-de-moça, mexa por mais 1 minuto para perfumar. Acrescente 2 conchas do feijão cozido, com um pouco do caldo, misture e amasse os grãos com a espátula – esse purê ajuda a engrossar o caldo.

Transfira o refogado com os grãos amassados para a panela com o feijão cozido. Tempere com sal e pimenta a gosto, misture e deixe cozinhar em fogo baixo, sem tampa, por mais 10 minutos ou até o caldo engrossar – esse tempo pode variar de acordo com a consistência desejada, mais ralo ou mais cremoso. Entretanto, mexa de vez em quando para não grudar no fundo da panela. Desligue o fogo e sirva a seguir.

Na panela comum

A medida é a mesma, e o tempero também. Coloque tudo na panela e tampe. A única diferença é que demora mais. Porém, é só checar e quando os grãos estiverem macios, já pode desligar e partir para o tempero.

Congelar

O mais indicado é congelar o feijão neutro, temperado apenas com uma folha de louro. Pois assim, na hora de descongelar, você pode fazer o que bem entender colocar no refogado o que quiser. A quantidade varia muito de pessoa para pessoa, porém, no geral é esperado que cada pessoa consuma cerca de duas conchas. Saquinhos para congelar ou marmitas descartáveis são as escolhas mais práticas. Os saquinhos ocupam menos espaço e você pode até empilha-los no congelador Atenção: se for usar potes de vidro, preencha no máximo até ¾, pois o feijão vai expandir ao congelar.

Validade – 3 meses.

Para descongelar

É melhor tirar do congelador e passar para a geladeira no dia anterior, pois assim o feijão vai, lentamente, se descongelando. Caso vá refogar para o jantar, retire pela manhã. Mas também é possível descongelar direto na panela, porém demora um pouco mais.

Sendo assim, na hora de fazer, prepare um belo refogado e coloque o feijão congelado na panela. Portanto, ele vai se descongelando e, logo, termina de engrossar. Se achar necessário, adicione um pouco mais de água.

Gostou dessa matéria? Então vai gostar também de: Como fazer bife, a combinação perfeita do arroz com feijão.

Fontes: Panelinha, Receitasnestle, manualdohomemmoderno, conquistesuavida.

Imagem de destaque: receitas.ig

Artigo Original

Se você tem alguma dúvida sobre o universo Uber e demais aplicativos de transporte, conheça nosso parceiro: Mundo Uber

0 0 votos
Deixe sua nota! :)
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
0
Sua opinião é importante para nós! ❤x
()
x