Menu fechado

Como enrolar o seu chefe, em doze dicas?

Como fazer uma boa redação? Quer começar e não sabe como? Escrever bem ajuda na vida e no trabalho

Li essas dicas no site do Terra, elaborado por Stéfanie Privado,e repasso na íntegra para os amigos, acredito que alguns já tiveram a oportunidade de ler, mas outros não. Antes porém quero emitir a minha opinião aos amigos.

“Ao mesmo tempo em que concordo com algumas críticas feitas pelo leitores, devo dizer que infelizmente essa realidade aconteçe no nosso dia-a-dia.
Sempre existiu e existira os enroladores, nas empresas , é verdade que alguns são bem sofisticados e não aparentam, mas eles existem e estão por toda a parte.

Quem nunca enrolou na empresa um pouco que atire a primeira pedra. Não estou dizendo enrolar o dia todo, mesmo porque o chefe vai descobrir,mas em alguns momentos.Os enroladores devem ficar atentos porque a mascara um dia cai, e quando isso ocorrer o prejudicado será ele mesmo com demissão e dificuldades para futuro empregos, devido as referências de enrolão.

Falo isso com conhecimento de causa, porque já fui vítimas desse enroladores.
Coloquei uma empresa em ordem quando nem crédito no posto de gasolina e farmácia ela tinha. Passado 3 anos, quando tudo estava em melhores condições, chegou um puxa saco e enrolador e em pouco tempo levou os louros devido ser politico e puxar o saco dos donos, e teve mais valor que eu que trabalhei.

Fizeram uma proposta indecente para eu assumir um outro departamento que não tinha nada haver com a minha profissão.
Até poderia aceitar , mas se não fui reconhecido no setor que apresentei resultados comprovados como seria valorizado em outro setor? Obviamente não aceitei , mesmo mantendo o mesmo salário, pedi demissão que era o que eles queriam.

Infelizmente é uma realidade que continua nos dias de hoje, porém muitos não admitem, e ainda acham ruim em comentar essa realidade. Não acredito que isso seja ensinar a ser um enrolador mais sim mostrar como não se deve agir.
Com toda a certeza isso vai da consciência e ética de cada um.

Nos dias atuais infelizmente ainda existe espaço para esse tipo de pessoa, muitos por possuir costas quentes, ou são parentes dos donos ou ainda, desculpem a expressão , mas têm o rabo preso com alguém, não podemos esquecer disso”.

Vamos a matéria, que é polémica, mas real em alguns casos


Calma, calma. Esta matéria não é para deixar os chefes zangados e nem para instruir maus funcionários a manterem seus empregos enganando de forma dissimulada e a ética a sua chefia. As próximas linhas são sobre o trabalho de observação (bem humorada) de João José da Costa, autor do livro ‘Como enrolar seu chefe e progredir na empresa’, editora Matrix.

Depois de trabalhar por anos como executivo de RH em grandes empresas, Costa afirma que nem sempre os funcionários mais dedicados e preparados para promoções são os que efetivamente crescem profissionalmente. Afinal, quem nunca passou pela situação de ver aquela pessoa “puxa-saco” e “boa de papo” ocupar a vaga que seria merecida por você, que se esforça para alcançar metas e ajuda os colegas para que a equipe renda o seu melhor?

Aliando o bom trabalho com técnicas de marketing pessoal e um pouco de lábia, ensinamos com 12 dicas, maneiras de aumentar a visibilidade do seu trabalho, e assim, suas chances de progredir na companhia. Tudo bem, algumas dicas são mais sobre como disfarçar algumas “folgas” e como enrolar bem, mas de acordo com Costa “ser enrolador não significa falta de competência e talento profissional, ao contrário.

Quando alguém é talentoso, criativo, com iniciativa e decide enrolar, ele dá exemplos extraordinários de como isso pode ser feito com absoluto sucesso e segurança”. Confira na galeria algumas técnicas indicadas pelo autor e boa sorte!

1) Jamais recuse um convite para um cafezinho:

Esta é a forma mais fácil de se atualizar com informações, de interagir com os demais colegas de trabalho e superiores, saber dos problemas pessoais de cada um, conhecer a opinião dos funcionários sobre os chefes e a sobre a companhia. Por que saber disto tudo? Qual executivo vai lembrar, para uma promoção importante, de um funcionário com o qual ele não se relaciona e nem sequer conhece?

2) Pendure-se no telefone:

O telefone é um recurso que pode ajudar a enrolar por muito mais tempo do que o do cafezinho. Se você tomar algumas precauções, muito dificilmente o seu chefe vai desconfiar que aquelas intermináveis ligações eram para combinar o churrasco do fim de semana ou um programa com a namorada.




Mas não se esqueça de manter sempre uma caneta entre os dedos e um bloco de anotações para caso o seu chefe entre na sala de repente. Outro motivo para usar muito o telefone é pelo impacto que a ação causa, pois seu chefe vai avaliá-lo como dedicado, diligente e prático, que não poupa esforços para tratar dos interesses da empresa. Mais do que quem simplesmente fica em frente ao computador o dia todo.

3) Participe de todos os cursos e seminários que puder:

Nunca deixe de participar de cursos e seminários, de preferência externos. Mesmo que o curso não esteja diretamente relacionado ao seu cargo, você tem a argumentação de que gostaria de conhecer melhor as outras áreas da empresa para poder desempenhar as suas funções de maneira mais eficiente. Muito provavelmente, a sua proposta de participação será avaliada como positiva e a sua ausência no trabalho será compreendida e valorizada.

4) Programe o máximo de compromissos externos:

Uma enrolada muito usual e de grande utilidade para escapar por algumas horas da carga de trabalho é de marcar um compromisso externo para tratar de um assunto que, por telefone, não levaria mais do que quinze minutos. As oportunidades são muitas e surgem a toda hora. A melhor parte de reuniões externas é que ninguém precisa saber o quanto duraram e esta é a chance de você aproveitar “brechas” no tempo para fazer outras coisas.

5) Capitalize as ausências por motivos particulares a seu favor:

Nenhuma empresa trata falta ao serviço com benevolência, e todas marcam sob pressão nesse aspecto de disciplina de seus funcionários. Poucos chefes vão perceber se você está enrolando ou não no trabalho, mas todos vão notar a sua ausência. Se a ausência for por motivos médicos, marque a consulta após o horário do almoço e diga que uma importante reunião com um consultor foi antecipada, assim, você poderá resolver seus problemas com mais tranquilidade e o melhor, sem se “queimar” com o seu chefe.

6) Seja um marqueteiro:

Uma das principais características que distingue muito bem o enrolador de classe dos que optam pelo trabalho é o espírito de self marketing, ou seja, do famoso marqueteiro. O enrolador de classe que possui essas características, para não falar virtude, triplica tudo o que faz e dá notoriedade para o seu trabalho, mesmo este não sendo excepcional. Aqui cabe a lógica da propaganda, que vende mais do que realmente é.

7) Seja um assíduo “micreiro” e esteja sempre conectado:

Para os enroladores, o computador é um prato cheio, pois o chefe moderno quer ver seus funcionários olhando para uma tela, concentrados, e dificilmente vai saber se você está enrolando ou de fato trabalhando. Mas tenha sempre o cuidado de manter aquela planilha ou relatório abertos, assim você pode recuperá-lo e esconder o site de fofocas, a tabela do campeonato brasileiro de futebol, a eliminação do reality show…

8) Seja bajulador:

Se quiser chegar ao status de homem de confiança da direção da empresa, não poupe esforços, como aceitar ordens de serviços particulares, estar sempre bem-disposto para a realização de qualquer trabalho, permanecer na empresa por mais tempo que a carga horário normal e trabalhar aos finais de semana. Agindo dessa forma, além de ganhar a simpatia do seu chefe, dificilmente alguém notará enrolações ou falhas, que serão tidas como pequenas, diante de toda a sua proatividade.

9) Ande sempre apressado e com documentos nas mãos:

Funcionários com documentos nas mãos parecem pessoas ocupadíssimas que se dirigem para reuniões importantes. As pessoas notam o comportamento das outras nas empresas e esta é a melhor maneira de fazer com que elas acreditem que você trabalha muito e se dedica incondicionalmente à empresa.

10) Organize a sua mesa de trabalho com uma bagunça bem planejada e impactante:

Quando sua mesa está bagunçada, dá a impressão para todos que você está trabalhando duramente. Capriche nas pilas enormes e documentos em torno de seu espaço de trabalho. Deixe manuais de normas e procedimentos abertos e alguns livros no chão, demonstrando que você está sempre procurando fatos e dados para apresentar trabalhos precisos e confiáveis.

11) Administre seu horário de trabalho:

Procure saber toda a programação dele para a semana, como as saídas que dará, as longas reuniões de que participará, as viagens para o exterior. Uma regra básica é você encaixar suas faltas e atrasos exatamente nessas brechas abertas na agenda de seu chefe. Se o seu chefe se fizer presente o dia todo, além de chegar antes do horário, deixe o escritório depois dele e, da mesma forma, faça com ele perceba isso. Como? Arranje um assunto para mandar um e-mail de última hora, assim, ficará registrado o horário tardio de sua saída.

12) Desenvolva um vocabulário rico e influente:

Nenhum enrolador de classe chegará longe se não souber se expressar bem, portanto, cultive um vocabulário rico e incomum, que marque a sua personalidade. Crie termos próprios, acrescente palavras da língua inglesa em suas comunicações. Ainda que você consiga ir longe profissionalmente, só na base da enrolação, esse esforço (falar bem) você terá que fazer. 



Artigo Original

0 0 votos
Deixe sua nota! :)
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
0
Sua opinião é importante para nós! ❤x
()
x