Menu fechado

Como baixar febre de bebê com técnicas simples e caseiras

Saiba como fazer o tradicional espaguete à carbonara

Após o nascimento do primeiro filho, é comum que muitos pais tenham dúvidas sobre os cuidados básicos com a saúde da criança. Mesmo com todo zelo, não é difícil que o pequeno fique resfriado ou possua pequenas dermatites. Assim, é importante conhecer alguns métodos e truques para evitar o contágio dos pequenos e, até mesmo, como baixar a febre de bebê.

De acordo com Departamento Cientifico de Pediatria Ambulatorial, a febre é uma das queixas mais comuns entre os responsáveis e representa de 20% a 30% das idas de crianças aos consultórios. Já nas emergências esse número aumenta para 65% e nos serviços de pronto socorro, atendimento telefônico ou por aplicativos eletrônicos de comunicação chega a 75%.

Segundo a pediatra Loretta Campos, embora a temperatura corporal normal seja mais elevada entre os 18 e os 24 meses de idade, a maioria dos médicos define a febre com 38 ºC ou mais quando medida com um termômetro retal.

O que gera a febre?

Não confunda: a febre não é uma doença, mas, sim, um sintoma. Essa desregulação repentina na temperatura corporal serve como sinal de alerta para avisar que o organismo está tentando combater algum agente nocivo. O sistema imunológico libera uma quantidade de substâncias que circulam mais rapidamente quando expostas ao calor. Geralmente, a febre simboliza quadros infecciosos ou inflamatórios.

Variação de temperatura

Diferente de um ser humano adulto, o recém-nascido pode variar constantemente de temperatura. Essa reação possui duas fontes: a primeira está relacionada a superfície de contato da pele da criança com o mundo externo, já que ainda é muito sensível e maior. E, a segunda, referente ao termorregulador da temperatura, localizado no cérebro, ainda ser imaturo.

Veja também:  WHATSAPP LIBERA FIGURINHAS ANIMADAS SAIBA COMO BAIXAR [Vídeo]

Métodos de como baixar febre de bebê

Ventilação

Deixe o bebê em um local ventilado, com uma brisa leve e de temperatura ambiente. Se possível, fique atento as reações da criança, deixando-a em um repouso relativo, apenas para que descanse e retome novas energias.

Nada de brincadeiras

Quanto mais o pequeno se mexe, mais o metabolismo trabalha, o que pode aumentar a temperatura corporal. Por isso, deixe-a descansando, sem que faça movimentos muitos agitados ou bruscos.

Dê banho

A água é um ótimo meio de dissipar o calor. Para isso, coloque a criança em uma banheirinha com o líquido em temperatura ambiente. Deixe-a curtir o máximo que puder. Caso surjam tremores, suspenda a prática e agasalhe-a moderadamente. E não esqueça de evitar o choque térmico, uma vez que se estiver gelada, o corpo do bebê tende a criar calafrios como forma de aquecer o organismo.

Ajude a beber

Ofereça água, chá ou suco generosamente, todos em temperatura ambiente. O líquido ajudará a amenizar internamente os efeitos da febre no organismo.

Faça compressas

Pode ser realizada no banho ou fora dele. Basta pegar alguns paninhos leves, encharca-los com água morna ou em temperatura ambiente e colocar sobre articulações e testa da criança. Caso ela se sinta incomodada, não insista.

Alimentação

Enquanto o bebê estiver com febre, ele ficará manhoso e rejeitará líquidos e alimentos. Por isso, opte por uma refeição mais leve, com ingredientes moles ou que derretam na boca. As melhores escolhas sempre são caldos e sopas, jamais ferventes. Quando bem nutridos, o sistema imunológico reage com maior rapidez e sucesso.

Evite roupas muito quentes

É comum vermos recém-nascidos com uma quantidade enorme de roupa, além de mantas e cobertores. Em caso de febre, tente deixá-lo mais à vontade, com peças leves, de preferência com algodão na composição.

Veja também:  Xiaomi MI 8 Lite como abrir, (parte 1) remover a bateria e colocar tela [Vídeo]

Atenção aos cuidados

Vale lembrar que é de extrema importância ficar atenta aos sinais que o corpo da criança dá. Nenhum dos métodos aqui abordados substitui uma análise clínica de um especialista. Por isso, caso a febre permaneça por muito tempo, procure um pediatra.

Veja também:

De andador, veterano de guerra de 99 anos arrecada milhões para saúde pública britânica

  • separator

Artigo Original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *