Menu fechado

Como abrir vaga de emprego na fazenda? E como ser um bom candidato?

logo-giro-do-boi

Nesta sexta, 17, em mais uma edição do quadro “Gestão de Pessoas na Fazenda”, a a pedagoga, jornalista e consultora em gestão de pessoas e desenvolvimento humano em empresas rurais na Destrave Desenvolvimento, Jacqueline Lubaski, reuniu dicas essenciais para o pecuarista abrir uma vaga de trabalho na fazenda e também para os profissionais interessados aproveitarem as oportunidades.

“Você, proprietário que vai contratar, crie o perfil da sua vaga. Às vezes o gestor contrata e, na pressa, contrata o primeiro que aparece e aí, consequentemente, esta pessoa que estará lá não vai dar certo porque foi o primeiro que chegou e você contratou, sem nem mesmo ter criado um perfil de quem você realmente estava procurando. A emergência nunca é favorável, vamos dizer assim”, relatou Lubaski.

+ Como encontrar a combinação perfeita entre peão e patrão?

A especialista informou como é que o pecuarista deve identificar o perfil que precisa para o preenchimento da vaga com a pessoa certa, sempre trabalhando com antecedência. “Vai iniciar o momento de vacinação? Você já sabe que você vai precisar realmente de mais pessoas dentro da sua equipe. Comece com antecedência, crie o perfil de quem você está procurando – escolaridade, se é um profissional que vai precisar anotar toda a parte de vacina, ou lotes. Se for numa estação de monta, é um vaqueiro que precisa anotar, que vai ajudar na IATF, enfim. Crie o perfil e exatamente quanto mais estiver claro este perfil, mais fácil será para você encontrar a pessoa certa”, recomendou.

Por sua experiência no setor, Jacqueline indicou que às vezes as altas expectativas podem atrapalhar a busca do pecuarista, que, por exemplo, pode estar buscando um profissional qualificado até demais para determinada função. Por isso, recomendou que o produtor, ou gestor, deve trabalhar dentro das possibilidades. Caso sejam necessários conhecimentos específicos, informar na vaga se precisa de cursos como primeiros socorros, aplicação de medicamentos, inseminação artificial, por exemplo.

Veja também:  VEJA COMO FAZER A BOMBA ROSÁRIO PRA SEU POÇO TUBULAR NA CASA DO JOÃO MURADA [Vídeo]

Além disso, é essencial informar as condições de trabalho, como se o profissional irá dormir no alojamento ou em uma casa, se é uma vaga para solteiros ou se pode levar a família para a fazenda, indicar se tem base salarial e benefícios ou se fica a cargo de entendimento entre as partes.

+ Fazendas mais lucrativas do Brasil pagam mais a funcionários

+ Como premiar os funcionários de uma fazenda de pecuária de corte?

Lubaski também deu dicas para os profissionais que buscam uma vaga de emprego, destacando que um dos principais erros é não buscar a história da fazenda e se ele mesmo se identifica com as origens e valores daquela propriedade. “E para você, colaborador que está buscando a tão sonhada vaga de trabalho, também é muito importante primeiro você conhecer a empresa que você está se inscrevendo […]. Você tem que verificar exatamente se é a empresa que se identifica com você, então verifique a história dela, quais são os princípio, qual o objetivo desta fazenda, tente entender ali no seu ambiente como que é a imagem dela perante a sociedade, ali na região, se é uma empresa boa, se é uma empresa que paga em dia, que paga, no mínimo, certo, se é um local em que o ambiente de trabalho seja harmonioso. Isso é o principal – nem é o salário que a gente deve tanto ir em busca, mas um ambiente em que as pessoas se respeitem”, sugeriu.

+ Quem não conhece a fazenda não tem como defendê-la, destaca especialista

Relembre o primeiro episódio do quadro Gestão de Pessoas na Fazenda:

+ Pecuarista, sua fazenda tem cultura organizacional?

Veja também:

Veja também:  Como excluir mensagem do messenger antes da pessoa ler 2019 [Vídeo]

+ Assista e faça download das palestras em PDF do Webinar Giro do Boi – Segredos dos gestores das melhores fazendas

Confira o segundo episódio no vídeo a seguir:

Artigo Original

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *