Menu fechado

Como abrir uma startup no Brasil? Veja os principais passos

Como abrir uma startup no Brasil? Veja os principais passos

O levantamento mais recente da Associação Brasileira de Startups (ABStartups) informa que, em 2021, já foram mapeadas quase 14 mil startups no Brasil. Entre 2016 e 2021, a quantidade de empresas do tipo passou de 4.273 para 13.902 (um salto de 325%). E, naturalmente, cada vez mais pessoas querem saber o que é uma startup e, claro, como abrir uma.

Segundo a ABStartups, startup é uma empresa com modelo de negócio ágil e enxuto que resolve problemas do mundo real — embora muitas vezes opere em ambientes digitais. Para isso, usa a tecnologia como ferramenta principal e oferece uma solução escalável para o mercado. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) tem uma definição semelhante: “uma startup é um grupo de pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, trabalhando em condições de extrema incerteza”.

Startups de destaque criaram produtos ou serviços que facilitam processos. Alguns bons exemplos são Nubank, Uber e QuintoAndar. Mesmo assim, é preciso lembrar que ter uma boa ideia não é suficiente, já que a criação de uma startup tem características específicas.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Reprodução/Pixabay/StartupStockPhotos

E além de iniciar a companhia, é preciso aprender a lidar com os desafios: uma pesquisa do Sebrae em parceria com Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviço mostra que 30% das novas empresas não conseguem se manter no mercado. Veja a seguir algumas etapas do processo de criação de uma startup no Brasil.

Entenda o mercado

O primeiro passo é ter uma ideia inovadora. Para isso, entretanto, é necessário conhecer o mercado e identificar suas necessidades. Depois de descobrir quais problemas precisam de solução, é possível desenvolver projetos para abordá-los.

Avalie a viabilidade

Nem todas as ideias inovadoras são viáveis. Além disso, a startup deve ter um modelo que permita crescimento rápido de forma simples. Se o projeto for difícil de aplicar no dia a dia, se for muito complexo ou se houver dificuldade para compreendê-lo, as chances de sucesso são menores.

Valide a hipótese no mercado

É comum que as ideias sejam adaptadas no decorrer do projeto. Afinal, o produto deve, ao mesmo tempo, atender às necessidades do cliente e ser viável. Esses ajustes são identificados em pesquisas de mercado e em testes. A partir deles, é possível chegar ao produto ou serviço final.

Imagem: Reprodução/Envato/bialasiewicz

Troque experiências

Conversar com outros empreendedores é uma das melhores formas de apoio, já que uns entendem os desafios e as necessidades dos outros. Mesmo aqueles que atuam em setores diferentes, em geral, enfrentam os mesmos obstáculos. Além disso, eles podem sugerir dicas e ideias para o negócio.

Busque investimento

A melhor forma de impulsionar o crescimento rápido da empresa é por meio de investimentos. Esses recursos podem ser usados para contratar mão de obra, comprar equipamentos, criar ações de marketing e assim por diante. Alguns programas colocam empreendedores em contato com investidores.

Cuide das finanças

Cuidar das finanças e da contabilidade é fundamental para controlar as despesas e os recursos do negócio. Se esse não for o segmento de especialidade do empreendedor, é importante buscar o auxílio de um profissional da área e investir em sistemas para a gestão financeira.

Imagem: Reprodução/Envato/stevanovicigor

Fique atento à burocracia

A abertura de uma startup também passa por processos burocráticos. Já na formalização, é preciso estudar os modelos em que o negócio pode ser enquadrado, pois alguns setores precisam de regulamentação específica. O ideal é que um especialista oriente sobre os processos desde o início. Isso vai evitar a perda de tempo.

Aprenda com os erros

Quando uma empresa precisa ser fechada, o empreendedor ganha com a experiência acumulada — e outros profissionais também. Avaliar o cenário, identificar os erros cometidos e se preparar para agir de forma diferente em situações parecidas são alguns dos benefícios.

Fonte: Sebrae-SC, Sebrae, ABStartups

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Artigo Original

0 0 votos
Deixe sua nota! :)
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
0
Sua opinião é importante para nós! ❤x
()
x