Menu fechado

COMO ABRIR UM NEGÓCIO COM POUCO DINHEIRO! (c/ 5 passos PRÁTICOS e SIMPLES!) [Vídeo]


Clique neste link para fazer a sua simulação da Creditas: http://bit.ly/2QIQKCn

Abra sua conta na Rico: https://lp.rico.com.vc/lp/cadastre-se-primo-rico

OUÇA O PRIMOCAST: http://bit.ly/PrimoCast-des

1) Liste todas as suas habilidades – e escolha a melhor.

O que aconselho: simplesmente, liste todas as suas habilidades, e escolha a melhor.

E com melhor, não é simplesmente aquela que você melhor sabe fazer, mas sim a que melhor no PMA:

1) Paixão
2) Mercado
3) Aptidão

2) Começar sendo operacional – mas em outro lugar

De forma obrigatória, nós sempre começamos o operacional primeiro, afinal, com pouco dinheiro, nós temos que ser tanto a cabeça do negócio como também os braços e as pernas.

O ponto aqui é o seguinte: quando temos a ideia de empreender, já queremos criar a nossa empresa do zero, e tocar, principalmente se nós tivermos uma ideia que julgamos do caramba.

Só que, eu acho que essa ideia não é a melhor possível.

Mais do que ser operacional na sua empresa no começo, vale a pena ser operacional no começo, mas na empresa de outra pessoa que faz o mesmo negócio que o que você quer.

Se você quer vender hambúrguer, por exemplo, tenta um emprego em alguma hamburgueria e começa a entender o negócio por lá.

Porque assim você consegue entender melhor sobre o operacional, os custos e a força do lucro do negócio, mas por meio do empreendimento de outra pessoa.

Isso vale tanto pra quando você quer começar um negócio do 0 com uma ideia nova, como também nos casos em que você quer criar uma franquia com um modelo que já deu certo.

3) Busque o MVP – Minimum Viable Product

Ou seja, antes de entrar de cabeça, crie um produto com o menor custo que você conseguir, e sinta a performance dele. Estude. Veja os resultados.

Isso é importante porque, como dono do negócio, você sempre tem acesso a informações – e informações que você pode não ter pegado enquanto tava na experiência. E também assim você consegue testar a sua própria performance como executor.

É aquela coisa: ao invés de pular com tudo na piscina, entra com o pé aos poucos, mesmo quando você sabe nadar. Isso faz bastante diferença, e te ajuda a não cometer erros.

Só tem uma coisa aqui: não fique preso no MVP.

Tem empreendedor que fica pra sempre no MVP, e esquece de fazer CAPEX, ou seja, de investir capital pra fazer a empresa crescer e ela, no futuro, ter acesso a investimentos ainda maiores e melhores.

Por isso, use esse processo pra acumular mais grana, mas não fique fazendo do lucro, um salário.

E fique atento no próximo passo:

4) CAPEX é necessário, mas precisa ser estudado

Não é errado procurar dinheiro emprestado. A maioria das grandes empresas possuem dívidas, e existe um motivo bastante óbvio pra isso: na vasta maioria das vezes, o capital de terceiros (ou seja, o dinheiro emprestado de instituições) sai mais barato pra empresa do que o capital próprio (ou seja, buscar sócios e trocar uma fatia da empresa por recursos).

Capital próprio tem vantagens MUITO boas, que não se restringem somente ao funding (já que você traz também uma mente que pode ajudar muito no negócio), mas trabalhando aqui com o caso que a sua única e real necessidade é ter o dinheiro, então buscar o dinheiro com algumas instituições faz mais sentido.

Onde? Tem que fazer simulação. Não tem jeito. E aqui esse financiamento é muito importante porque deve ser encarado como custo de capital pra empresa, e o ROIC dela (ou seja, o retorno sob esse capital investido) necessariamente deve ser maior do que o custo de capital, senão você não se sustenta.

Uma alternativa, claro, é por exemplo dar algum tipo de garantia no seu empréstimo. Com garantia, você reduz a taxa em do empréstimo e consegue fazer com que a sua empresa consiga ter tempo suficiente pra fazer o investimento vingar e ter uma taxa de retorno boa.

5) NÃO DEIXE O FEEDBACK DE LADO

As duas próximas dicas são essenciais pra você sustentar tudo isso que estou falando.

Isso porque, conforme você for crescendo, você vai deixar o seu lado operacional de lado e fazer muito mais parte do mundo da estratégia da sua empresa.

Com isso, uma coisa que você não pode deixar de ver: os feedbacks da sua empresa.

SIM, os feedbacks, principalmente os negativos, são suas ferramentas principais pra melhorar e continuar sempre aprimorando a sua empresa.

Não os ignore, mesmo que ler todos eles seja doloroso. Use eles ao seu favor e faça aprimoramentos constantes na sua empresa com base neles, do mesmo jeito que os juros compostos te ajudam nos investimentos (só que no empreendedorismo).

O cliente é soberano, e se você respeitar ele, você consegue abrir uma empresa e deixar ela duradoura.

Ver no Youtube

Veja também:  Ex-pastor mostra como abrir e registrar uma igreja evangélica. [Vídeo]

22 Comentários

  1. Mais Tudo

    Boa noite deseja trabalhar online sem sair de casa com apenas um celular, tablet ou computador e acesso a internet? Se sua resposta for sim me chame no whats (11)94121-4869 que vou te explicar como vc pode fazer isso

  2. CMR Office Contabilidade Assessoria Administrativa

    Não esqueçam que montar um negócio é necessário que abra o CNPJ, mesmo que seja MEI, assim poderá adquirir maquininha de cartão e negociar direto com o fornecedor e ainda contribui com a previdência. Fica a dica da contadora 🙂
    Aqui nós valorizamos principalmente os novos empreendedores pq é nos pequenos que idéias e negócios quando organizados viram casos de sucesso.

  3. Ana Kendele

    Eu tenho quase 19 anos e nunca trabalhei formalmente aqui aonde eu moro você tem que ter alguém trabalhe em alguma empresa para poder entrar nele.Mais nunca me abalei com isso porque na verdade sou apaixonada por finanças ,agora estou fazendo um curso técnico em ADM,ano que vem vou fazer Gestão Financeira. No momento estou me especializando para fazer cursos na área dos meus conhecimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *