Menu fechado

Veja como fazer a declaração do seu carro financiado no Imposto Renda

Veja como fazer para declarar o saque do FGTS no IR

Veja como fazer a declaração do seu carro financiado no Imposto Renda. Quem está obrigado a fazer a declaração do Imposto de Renda 2020 precisa incluir todos os bens que estão em seu nome, como carro e casa. Quem tinha bens acima de R$ 300 mil em 31/12/2019 está obrigado a declarar.Baixe o Aplicativo Gratuito do Portal Mix Vale

Desde 2018, a Receita passou a exigir um maior detalhamento das informações. No caso do carro, é preciso informar também o número do Renavam, que é o Registro Nacional de Veículos Automotores e funciona como se fosse o RG do carro.

IR: Saiba como declarar os saques do FGTS(Abre numa nova aba do navegador)

É possível encontrar o número do Renavam no documento do veículo:

O Renavam é o número que identifica o veículo

Veja como declarar o carro financiado:

Abra o programa da declaração do IR 2020. Depois, abra a ficha “Bens e Direitos” e criar um novo item sob o código 21 – veículo automotor terrestre – caminhão, automóvel, moto, etc.”

Como Segurado consegue o extrato do INSS para o Imposto de Renda?(Abre numa nova aba do navegador)

Reprodução do programa do IR 2020

Na ficha Bens e Direitos, linha 21, preencha os dados do veículo.

Preencha a localização de onde está o veículo (se no Brasil ou outro país).

No campo “Renavam”, informe o número do Registro Nacional do veículo.

Na coluna “Discriminação”, informe de quem comprou o carro (nome, CPF ou CNPJ). Informe ainda quem financiou o carro, número de parcelas, nome e CNPJ do banco.

Deixe em branco o campo Situação em 31/12/2018 (caso ainda não tivesse o veículo) ou repita o valor informado nesta data na declaração do ano passado.

Veja também:  Aprenda como fazer uma receita de broa de fubá gostosa e super fácil

Preencha o campo “Situação em 31/12/2019” com os valores efetivamente pagos até esta data. Se começou a financiar o carro em 2018, some o valor das parcelas pagas em 2019.

Não informe financiamento em “Dívidas”

Um aviso importante: não informe financiamento na ficha “Dívidas e ônus reais”. Segundo orientação da Receita Federal, o financiamento deve ser informado somente na ficha de “Bens e Direitos”, no campo próprio destinado ao bem adquirido, aumentando, ano a ano, seu custo de aquisição até que seja quitado.

INSS: Extratos de rendimentos para o IR 2020(Abre numa nova aba do navegador)

Fonte: R7 -Sophia






Artigo Original

Se você tem alguma dúvida sobre o universo Uber e demais aplicativos de transporte, conheça nosso parceiro: Mundo Uber

Deixe uma resposta